Bom dia gente! Esta madrugada perdi o sono e como de costume fui escrever.
Escrevi muitas coisas, entre elas esta pequena crônica à qual intitulei…

“Presença da Ausência”

É noite. O silêncio toma conta do meu quarto.
Uma angústia invade o meu coração.
Quero, mas por mais que eu tente,
não consigo entender o vazio,
que se instala em meus pensamentos.
Vindos lá de fora,ouço o barulho de alguns carros, de buzinas, o latido de um cão.
O silêncio é quebrado pelos sons de uma vida que não para.
O relógio sobre o criado mudo, insiste em me dizer isso.
Viro-me na cama mas ela parece não me querer ali.
Questiono já há algum tempo, mas vez ou outra, sou novamente surpreendida por este sentimento estranho.
Sinto a presença de uma enorme ausência.
Saudade de algo que nunca tive.
A falta do desconhecido…
Levanto-me, fecho a janela.
Volto então a ouvir o som do meu próprio silêncio, procurando me encontrar em mim.
Vida que segue…
Exatamente como deve ser!

Beijo grande e excelente final de semana!!

8 COMENTÁRIOS

  1. Lu, eu entrei no site da editora e vi que por lá ainda não tem como adquirir seu livro. Como eu posso adquiri-lo então? Respondendo a suas perguntar la no meu cantinho, eu pretendo cursar Engenharia Civil na Unifei, que é aqui pertinho. Beijos

  2. Oi Lu…belíssimo texto, conseguiste descrever muito bem o teu momento, as tuas emoções…tuas palavras se fizeram perfeitas.

    "Que a ausência seja preenchida, com a presença da vida que segue…doce, bela, sorridente!!!

    Fiques com Deus, amada!!!
    Bjs :))

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui